Ingrid Bittar, 1989 | Rio de Janeiro 

Seu trabalho teve início em 2012 com colagem, trabalhando relações domésticas, origens e migrações familiares. Em 2015 o trabalho se desdobrou para o bordado e técnicas mistas. Formou-se em Desenho Industrial pela PUC-Rio e complementou sua formação com cursos na EAV do Parque Lage.

 

Em 2014, foi selecionada para o 89plus sediado no MAM-Rio, organizado por Hans Ulrich Obrist e Simon Castets, no mesmo ano seu trabalho se tornou parte da coleção Gilberto Chateaubriand e do acervo permanente do MAM-Rio, tendo sido incluído em duas exposições no museu; “Novas Aquisições 2012 – 2014” e “Ver e Ser Visto”. Em 2016 foi indicada para o Prêmio PIPA.

 

-

 

Ingrid aka Britta started working with collage in 2012, 3 years later her work unfolded into embroidery and mixed media. Her work deals with domestic life, family origins and migration history. She acquired a Bachelor’s Degree in Design from PUC-Rio in 2013 and complemented her artistic formation with courses at the School for Visual Arts Parque Lage.

 

In 2014 she was selected for Hans Ulrich Obrist’s and Simon Castets’s 89plus project held in Rio’s MoMA. On the same year her work became part of the Chateaubriand collection and a permanent part of Rio’s MoMA collection, having been included in two group shows at the museum; “New Acquisitions 2012 – 2014” and “Ver e Ser Visto”. In 2016 the Ingrid was nominated for the PIPA Prize.